Canadá lança programa piloto para atrair imigrantes para zona rural do país
 
O governo do Canadá anunciou um novo programa de imigração que busca lidar com dois problemas que o país enfrenta atualmente: a falta de mão-de-obra e a necessária descentralização das grandes cidades.

Para isso, o ministro da Imigração, Ahmed Hussen , apresentou os detalhes de um novo plano piloto para atrair novos imigrantes para essas regiões distantes da cidade.

No total, haverá 11 regiões que participarão desta primeira etapa do projeto, principalmente no norte de Ontário.

As regiões participantes terão a responsabilidade de fazer uma pré-seleção de candidatos que se adaptem às suas necessidades. Isso se destina principalmente a trabalhadores qualificados que receberão uma oferta de emprego como requisito necessário para apresentar sua candidatura.

Embora o governo não diga que esses casos receberão tratamento especial, esse pode ser o caso na prática. O ministro Hussen disse que os primeiros candidatos poderão ser selecionados no próximo outono e poderão ser instalados em suas novas casas até 2020 .

O Ministério da Imigração do Canadá afirma que as regiões participantes terão várias responsabilidades, não só quando essas pessoas forem selecionadas, mas também para integrá-las quando chegarem ao país. Os novos imigrantes terão reuniões com os líderes municipais, bem como com moradores que vivem há bastante tempo nessas regiões.

Os potenciais imigrantes também terão que demonstrar suas claras intenções de se estabelecer nessas regiões do país, longe das grandes cidades , embora nenhum detalhe tenha sido dado sobre como isso será aplicado na prática.

As regiões escolhidas nesta primeira etapa do projeto são:

Thunder Bay, Ontário
Sault-Ste-Marie, Ontário
Sudbury, Ontário
Timmins, Ontário
North Bay, Ontário
Gretna-Rhineland-Altona-Plum Coulee, Manitoba
Brandon, Manitoba
Moose Jaw, Saskatchewan
Claresholm, Alberta
West Kootenay, Colúmbia Britânica
Vernon, Colúmbia Britânica
“A fórmula é muito simples. Atrair e reter os imigrantes com as qualificações necessárias equivale a uma receita bem-sucedida para as comunidades rurais e do norte do Canadá “, disse o ministro Hussen.

O governo federal ainda não disse quantas pessoas serão aceitas ou por quanto tempo esse programa piloto durará. Em comunicado, o ministério explica que os detalhes serão dados nas próximas semanas, para ter tudo pronto para receber pedidos no outono de 2019.

 

 

 

 

Canadá quer receber mais 1 milhão de imigrantes até 2021

Governo busca resolver problemas de envelhecimento e de baixas taxas de fertilidade da população com imigração

Temos no Canada 2 Advogados que assessoram nossos clientes em tudo.

 


 

 

 

 

Temos no Canada 2 escritórios de imigração parceiros que assessoram nossos clientes em :

- Validação de Diplomas de Dentistas ;

- Visto de Empreendedor - abra uma empresa no Canada e leve toda a sua família ;

- Empregos em Fazendas de gado leiteiro ;

- Empregos em indústrias 

 

Migrar para o Canada é caro , complicado , demorado e precisa de bom Inglês além de pagar temperaturas abaixo de zero facilmente.

 

Você sabia que no Oriente Médio tem um país que tem a moeda que vale mais que o TRIPLO do Dolar Canadense e é mais fácil , rápido e barato  de migrar ?

 

Dúvidas ?

Use o Whats 11 9 5047 2557

 

 

 

 

 

-------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

4.000 vagas para motoristas de caminhao no Canada 

 

 

 

Assista aqui video explicativo 

A alta demanda por motoristas de caminhão de longa distância (HGV Drivers) significa que um visto do Canadá está amplamente disponível para trabalhadores estrangeiros que procuram emprego no Canadá, nessa ocupação.

A indústria de caminhões canadense está enfrentando uma escassez de motoristas de longo curso para a quantia de 48.000 em 2024, o que significa que aqueles que buscam a imigração no Canadá têm uma excelente oportunidade.

Motoristas de caminhão de longo curso em alta demanda Para a imigração do Canadá em 2018 Com uma idade média de 47 anos, o setor tem uma das forças de trabalho mais antigas, com um terço dos motoristas acima de 55 anos, segundo a Canadian Trucking Alliance.

Normalmente, um caminhoneiro de longa distância pode passar até 14 dias de cada vez na estrada, trabalhando em turnos de 12 horas, com três dias de descanso entre eles.

O salário médio anual  varia de US $ 55.000 a US $ 65.000, embora os motoristas geralmente recebam bônus por milha, o que lhes permite ganhar significativamente mais.

Uma pesquisa no banco de trabalho do governo federal do Canadá revela quase 4.000 vagas, cada uma delas com uma possível rota para um visto do Canadá.

Em caso de interesse 
 fale conosco.


Whats 11 9 5047 2557

MTV INTERCAMBIOS = 20 ANOS DE MERCADO

 

-----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

outubro/2018

 

novo programa de imigração para o Canada - BEM MAIS FÁCIL

 

Trabalhadores Críticos

Você pode candidatar-se a uma indicação para residência permanente através do fluxo de Trabalho Crítico  se você estiver trabalhando atualmente no PEI. O fluxo do PEI Critical Worker é orientado pelo empregador, permitindo que os empregadores da ilha ocupem posições pouco qualificadas que não conseguem preencher no mercado de trabalho local.

 

Eu sou elegível?
Para ser elegível para se candidatar ao fluxo PEI Critical Worker você deve:

ter uma oferta de emprego a longo prazo (ou seja, permanente ou mínimo de dois anos) de um empregador da PEI no nível de habilidade C ou D da NOC  em uma das seguintes profissões: motorista de caminhão, representante de atendimento ao cliente, trabalhador , servidor de alimentos e bebidas, ou atendente de limpeza;
trabalhei um mínimo de seis meses em tempo integral para o empregador da PEI;
ter uma permissão de trabalho válida e status legal no Canadá;
ser capaz de participar de uma entrevista com o pessoal do escritório, se necessário;
possuir uma educação mínima de escola secundária;
estar entre as idades de 21 e 59;
ter pelo menos dois anos de experiência profissional integral ou educação relevante nos últimos cinco anos;
fornecer um teste de linguagem de um instituto de testes aprovado pelo IRCC nos últimos dois anos com uma pontuação mínima de CLB / NCLC 4;
ter recursos financeiros suficientes para pagar todos os custos de imigração (incluindo despesas de viagem) para você e sua família poderem estabelecer no PEI; e
demonstrar uma intenção genuína de se instalar no PEI.

Podemos lhe assessorar em preencher todos os formulários e conseguir um empregador.

Conte conosco

Agencia MTV Intercâmbios = 20 anos de mercado

 

Whats 11 9 5047 2557

 

----------------------------------------------------------------------------------------------------------------------------

 

Trabalhe no Canadá  cuidando de crianças ou idosos com o  Caregiver Visa


O Programa Live-in Caregiver lhe oferece a oportunidade de trabalhar no Canadá. Estas pessoas devem ser qualificadas para trabalhar sem nenhuma supervisão para cuidar de crianças, idosos e deficientes e deverão residir no local de trabalho.

Existem quatro exigências fundamentais para este tipo de trabalho;

Os interessados deverão ter completado com sucesso o segundo grau , para que depois de ter trabalhado dois anos na área de baby-sitter, possam pleitear outro tipo de emprego no mercado de trabalho em geral e para obter o visto de residência permanente no país.

Deverão ter treinamento em horário de tempo integral em sala de aula, ou doze meses de emprego em tempo integral , ou pelo menos seis meses de emprego ininterrupto na área em estejam propensos a trabalhar.

Você pode receber seu treinamento ou experiência nas áreas tais como na educação infantil, cuidados geriátricos e pediátricos ou primeiros socorros. Também deve ter completado seus treinamento como parte. Após três anos de experiência a pessoa em questão poderá pedir visto permanente para trabalhar no país.

Deve-se falar, ler e entender inglês ou francês, em um nível que lhe permita desempenhar.